DESCUBRA SE VOCÊ ESTÁ SENDO SABOTADO PELOS SEUS PREÇOS | Clique Comida

DESCUBRA SE VOCÊ ESTÁ SENDO SABOTADO PELOS SEUS PREÇOS


A maneira mais fácil de descobrir Descubra se você está sendo sabotado pelo seus preços é acertar no modo de precificar seus produtos ou serviços. Esse é “um” dos GRANDES PROBLEMAS que a maioria dos empresários tem, e não sabem. Precificar seu produto do modo correto.


Quantos donos de empresas você já ouviu falar: “Comprei por R$ 100,00, estou vendendo por R$ 200,00 e ganhando 100% de margem.”
Triste ilusão.


Ele começa cair em si, ou às vezes nem cai, quando o fluxo de venda diminui, como consequência o fluxo de dinheiro diminui, então falta o capital para comprar mercadoria. Precificação incorreta é um dos motivos da falta de capital para comprar mercadoria de reposição, porque às vezes, mesmo dobrando o preço de custo, vai te sobrar 10% de margem.


Porém, o financeiro é apenas um dos 3 pilares da precificação. É preciso saber quem é a nossa Persona, porque a partir disso, conseguimos fazer um preço acessível a ela.
Exemplo bem a grosso modo para entendimento:


Persona 1
Homem, casado, com filhos, trabalha no escritório de contabilidade, tem uma renda mensal de R$ 2.000,00/mês.

Persona 2
Homem, solteiro, com filhos, trabalha no escritório de contabilidade, tem uma renda mensal de R$ 2.000,00/mês.

Homens com as mesmas características, porém, o simples fato dele ser casado ou solteiro, muda o modo de precificar o produto. Porque o homem casado, divide as contas de casa com a esposa, já o homem solteiro banca sozinho a casa. Para quem sobra mais dinheiro no final do mês?


Então a precificação precisa ser pensada de modo diferente para cada tipo de Persona.

Quer saber mais sobre Persona, olha nosso post


E por último, mas não menos importante, precisa saber o quanto a concorrência está colocando o valor do mesmo produto.
Aqui teremos que fazer alguns raciocínios na hora de precificar.
Exemplo:

Concorrente A

Produto A – R$ 100,00

Concorrente B

Produto A – R$ 120,00

Concorrente C

Produto A – R$ 80,00


Se seu preço de custo total da mercadoria for próximo a esses valores, sinto lhe informar, ou você troca de fornecedor, invista numa compra maior para melhorar sua margem, ou não compre o produto. 

Estar de olho no mercado sempre é bom para ter um parâmetro de quanto cobrar, mas nunca se esqueça, VENDA VALOR E NÃO PREÇO.


Vamos ao exemplo prático que dei lá em cima, compro por R$ 100,00 e vendo por R$ 200,00:

  • Compra de 500 peças por R$ 100,00/cada
  • Custo fixo da empresa: R$ 6.000,00
  • Embalagem: R$ 5,00 
  • Comissão vendedores: 10% 
  • Imposto: 14%
  • Taxa da máquina de cartão: 3%


R$ 6.000,00 / 500 = R$ 12,00 (Custo Fixo)
R$ 200,00 – 10% = R$ 20,00 (Custo Variável – Comissão Vendedores)
R$ 200,00 – 14% = R$ 28,00 (Custo Variável – Imposto)
R$ 200 – 3% = R$ 6,00 (Custo Variável – Taxa do cartão)
R$ 5,00 (Embalagem)

Custo real do produto = R$ 171,00


Sua margem real de ganho é de 17% e não de 100% como você imaginava no começo.
Então antes de entrar no mercado, aprenda a fazer a precificação do modo correto, senão seu investimento pode minguar em pouco tempo.


SE NÃO FOR PRA GANHAR, NEM APERTE O PLAY !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *